quinta-feira, 24 de julho de 2014

Nova Terra - Após os mil anos

Esta visão descreve os eventos a terem lugar no fim dos 1.000 anos depois do segundo advento de Cristo. Apocalipse 20-22; Zacarias 14:4.
Com Jesus a nossa frente, descemos todos da cidade para a Terra, sobre uma grande e íngreme montanha que, incapaz de suportar a Jesus sobre si, partiu-se em duas, formando uma grande planície. ... Vi ali casas belíssimas, que tinham a aparência de prata, apoiadas por quatro colunas entremeadas de pérolas preciosas, muito agradáveis à vista. Destinavam-se à habitação dos santos. ...
... Vi outro campo repleto de todas as espécies de flores, e, quando as apanhei, exclamei: “Elas nunca murcharão.” Em seguida vi um campo de relva alta, cujo belíssimo aspecto causava admiração; era uma vegetação viva, e tinha reflexos de prata e ouro quando magnificamente se agitava para glória do Rei Jesus. Entramos então num campo cheio de todas as espécies de animais: leão, cordeiro, leopardo, lobo. Todos em perfeita união. Passamos pelo meio deles, e pacificamente nos acompanharam. ...
... E vi as crianças subirem ou, se o preferiam, fazer uso de suas pequenas asas e voar ao cimo das montanhas e apanhar flores que nunca murcharão. Para embelezar o lugar, havia em redor do templo todas as espécies de árvores: o buxo, o pinheiro, o cipreste, a oliveira, o mirto, a romãzeira e a figueira curvada ao peso de seus figos maduros. Elas embelezavam aquele local.... 
...Então um anjo me trouxe mansamente a este mundo escuro. Algumas vezes pensei que não poderia ficar aqui por mais tempo; todas as coisas da Terra pareciam tão sombrias. Sentia-me tão só aqui, pois havia visto uma terra melhor. “Ah! Quem me dera asas como de pomba! Voaria, e estaria em descanso.” Salmos 55:6.
(Testemunhos para a Igreja vol. 1 cap. 9)

Graça barata?

"É trágico e irônico que muitos cristãos considerem a salvação um direito. Isso é excesso de confiança! Eles argumentam que, uma vez que Deus prometeu salvação, eles a merecem. Essa atitude revela a superficialidade da graça barata. Mortais pecadores e indignos obrigando o Criador do Universo! A contabilidade celestial afirma o contrário. A humanidade está eternamente endividada, completamente sem mérito e irremediavelmente doente longe de Deus. Cristo não deve nada. A humanidade pecadora deve tudo.

Pense nisto: A narrativa de Lucas 18:9-14 descreve dois adoradores. Qual deles imita a autêntica experiência cristã? Que atitudes características ilustram essa experiência?"


Acesse o site: www.cpb.com.br e estude online a lição da escola sabatina. CLIQUE AQUI!

quarta-feira, 23 de julho de 2014

“Aleluia! muito fácil é adquirir o Céu!”

"Logo nossos olhares foram dirigidos ao Oriente, pois aparecera uma nuvenzinha aproximadamente do tamanho da metade da mão de um homem, a qual todos soubemos ser o sinal do Filho do homem. Todos em silêncio solene olhávamos a nuvem que se aproximava e tornava mais e mais clara e esplendente, até converter-se numa grande nuvem branca. A parte inferior tinha aparência de fogo; o arco-íris estava sobre a nuvem, enquanto em redor dela se achavam dez milhares de anjos, entoando um cântico agradabilíssimo; e sobre ela estava sentado o Filho do homem. Os cabelos, brancos e anelados, caíam-Lhe sobre os ombros; e sobre a cabeça tinha muitas coroas. Os pés tinham a aparência de fogo; em Sua destra trazia uma foice aguda e na mão esquerda, uma trombeta de prata. Seus olhos eram como chamas de fogo, que profundamente penetravam Seus filhos. Então todos os rostos empalideceram; e o daqueles a quem Deus havia rejeitado se tornaram negros. Todos exclamamos então: “Quem poderá estar em pé? Estão as minhas vestes sem mancha?” Então os anjos cessaram de cantar, e houve algum tempo de terrível silêncio, quando Jesus falou: “Aqueles que têm mãos limpas e coração puro serão capazes de estar em pé; Minha graça vos basta.” Com isso nosso rosto se iluminou e encheu de alegria o coração. E os anjos tocaram mais fortemente e tornaram a cantar, enquanto a nuvem mais se aproximava da Terra. Então a trombeta de prata de Jesus soou, ao descer Ele sobre a nuvem, envolto em labaredas de fogo. Olhou para as sepulturas dos santos que dormiam, ergueu então os olhos e mãos ao céu, e exclamou: Despertem! Despertem! Despertem! Vocês que habitam no pó, e levantem.Isaías 26:19. Houve um forte terremoto. As sepulturas se abriram, e os mortos saíram revestidos de imortalidade. Os 144.000 clamaram “Aleluia!”, quando reconheceram os amigos que deles tinham sido separados pela morte, e no mesmo instante fomos transformados e “arrebatados juntamente com eles... a encontrar o Senhor nos ares”. 1 Tessalonicenses 4:17...
...Todos nós fomos debaixo da árvore, e sentamo-nos para contemplar a glória daquele lugar, quando os irmãos Fitch e Stockman, que tinham pregado o evangelho do reino, e a quem Deus depusera na sepultura para os salvar, se achegaram e nos perguntaram o que acontecera enquanto eles haviam dormido. Tentamos lembrar nossas maiores provações, mas pareciam tão pequenas em comparação com o “peso eterno de glória mui excelente” (2 Coríntios 4:17) que nos rodeava, que nada pudemos dizer-lhes, e todos exclamamos — “Aleluia! muito fácil é adquirir o Céu!” — e tocamos nossas harpas de ouro e fizemos com que as arcadas do Céu reboassem."
(Testemunhos para igreja vol 1 pág. 60, 61) [Grifos acrescentados]

segunda-feira, 21 de julho de 2014

Morre Tony Palmer amigo do papa Francisco

Bispo Palmer: "O protesto acabou"
Evangélicos e outros cristãos em todo o mundo estão de luto pela morte súbita de um bispo de uma igreja anglicana separatista que se tornou amigo pessoal do papa Francisco. De origem britânica, Tony Palmer morreu no hospital depois de horas de cirurgia, após um acidente de moto no Reino Unido. Ele se mudou com a família para a África do Sul, quando tinha dez anos, mas vivia com a esposa e dois filhos em Trowbridge, Wiltshire. [...] Em janeiro deste ano, o papa Francisco enviou o bispo Palmer a uma conferência organizada pelo carismático evangelista televisivo Kenneth Copeland, na qual Palmer apresentou um vídeo do papa com uma mensagem sobre unidade e amor. A notícia da morte de Palmer foi divulgada pelo arcebispo Charles Hill [...], que escreveu no Facebook ontem (20): “Estamos em oração pela família do bispo Tony Palmer, que sofreu um acidente de motocicleta nesta manhã, no Reino Unido. Depois de horas de cirurgia, ele foi para casa para estar com o Senhor [sic]. Ele era um bom amigo e irmão na vinha.” [...]

sexta-feira, 4 de julho de 2014

Será que perdemos a noção das coisas?

Muito forte para nós brasileiros, mas muito bom para refletirmos!

Penso que:
Infelizmente para alguns da pra usar um evento como o que estamos tendo junto com a mensagem de Deus, como se o Espírito Santo precisa-se de uma ajuda dessas pra falar ao coração de quem precisa.

video
Minha opinião não é verdade absoluta para ninguém mas é minha opinião mas se alguns defendessem a Deus com tanto afinco como defende alguns seres humanos a pregação já teria alcançado muitos outros.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails